segunda-feira, 5 de março de 2012

Novas asas ... nova vida ***

Amanheceu diferente naquela manhã, com perfume novo exalando da alma.
Percebeu que depois de muito tempo, tudo o que lhe amarrava o sorriso havia passado.
Toda aquela nuvem de chuva cinza, com seus raios e trovões tinha ficado pra trás.
Em lugar onde ela nem existia mais... perdida em um lugar onde suas cores, 
pois sempre foi multicolorida, destoavam, 
Ela agora só conseguia ver sol e arco-íris... 
Se reencontrava novamente.
Ela estava livre... 
Não se decepcionava mais com as pessoas e situações 
que nunca foram o que ela pensava e precisava.
Aprendeu a relevar ... a ignorar.
Se soltou do antigo peso de erros inconscientes, cometidos pela pressa em acertar.
E da tristeza de ter entregue seu carinho, a quem nunca o mereceu.
Ela enfim percebeu, que não adianta tentar fugir do destino.
Ela reencontraria quem queria reencontrar, na hora e no lugar certo;
Um dia ... isso aconteceria.
E foi quando ela aceitou essa verdade, que se sentiu em paz.
Finalmente, voltou a ter asas para poder voar...
Com flores nos cabelos e pés descalços...
Voar  por entre as árvores e jardins ;
para o céu azul, quem sabe até chegar ao mar.
Agora ela tinha a alma florida e coração-canção;
E com as borboletas que em seus braços e mãos pousavam,
Sempre saía para voar;
Entendeu que o novo se anunciava em sua vida
Que só dependia dela aceitar essa mudança embrulhada para presente;
Mesmo que ela mesma não o considerasse assim.
Então, se desfez da incerteza e abriu esse embrulho.
E lá perdido dentro do pacote, reconheceu aquele antigo pedaço dela,
ao olhar para ele, viu o momento certo de recomeçar.
De uma outra forma, com novos sonhos...uma nova vida.
Tinha cansado de tanta tristeza e provação.
E foi assim... que ela desfez de vez as amarras que a prendiam ao passado.
E sem olhar para trás seguiu, leve... certa que o futuro lhe sorria.
Se arriscando a cantar uma nova canção, a fazer em sua vida um capítulo novo;
Com menos tristeza e com mais cores e alegrias;
Um pouco mais segura por saber, que o primeiro passo já havia sido dado;
O de acreditar em um novo caminho, 
Em mudanças e em felicidade... que o que foi triste seria só lembrança;
Ele sempre faria falta... ele seria eternamente saudade.
Isso não tinha como mudar.
Resolveu então o transformar em canção, e com ela só os melhores momentos;
As coisas que realmente importam seriam cantadas
E agora então ela canta... um pouco dele segue com ela;
Mas agora com ela um pouco mais  feliz...
 ( Van_ Oliveira)
*
Você sempre fazendo falta...
como eu queria você aqui irmão amado =(
Hoje sei que de algum jeito ... sempre esterá.
Muitas saudades!!!
Uma semana de mudanças maravilhosas para todos nós 
beijos ***

20 comentários:

  1. bom deixar o q naun vale p traz
    e se abrir p o novo
    q seja bem vivido de algora em diante
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, hj só leio coisa legal aki!

    Referente ao outro post: Eu sei que é do Oswaldo Montenegro, só pedi para não parecer que estava plageando teu blog kkkkkk
    bjos! Valew!

    ResponderExcluir
  4. mudar ,se renovar sempre que precisar.
    beijo Vanessa!

    ResponderExcluir
  5. VAN QUE LINDO :)
    AMEI, QUE VENHAM COISAS LINDAS NO SEU CAMINHO.
    BEJOS

    ResponderExcluir
  6. As lembranças e a saudade ficam, mas chega um momento em que não doem mais. É a vida chamando e não permitindo senões.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Ai, como amo os textos vindos dessa janela!
    Agora então, são ainda mais poéticos e sentimentais, devido a uma vida tocando outra vida!!=)
    O Noel deve estar muito feliz por vcs!!!
    Gde beijo, amiga!

    ResponderExcluir
  8. huuumm delicia querida..boa noite Deus te abencoe.

    ResponderExcluir
  9. Oi Vanessa, que texto mais lindo de muita sensibilidade.
    Uma semana toda florida para você.
    Beijos Flor

    ResponderExcluir
  10. Van, menina poeta que lindezas vc escreve,
    a gente sai daqui voando com você.
    uma alma iluminada a de quem escreve assim
    que sejam só doçuras sua vida de agora em diante
    bejoka p ti :)))

    ResponderExcluir
  11. oie tudo bem....vim deixar minha marquiha
    e muitos beijinho pra ti
    e encher sua pagina de carinhoooooo
    e dizer que eu amo ter vc como amiga...
    que DEUS te abençoe sempre minha querida..
    que vc tenha uma otima semaninha

    ResponderExcluir
  12. Olá querida VAN,

    Lindo o texto!
    Muito bom quando se alcança esta percepção. Virar a página e seguir adiante com fé, esperança e otimismo é preciso, pois a vida segue e, em sua imprevisibilidade, sempre nos reserva grandes surpresas.

    A dor da saudade ganha alívio com o tempo.

    Que a alegria esteja presente em seus dias!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. oi Vanessinha,

    lindo demais...
    estou também numa fase de recomeçar,
    as vezes me falta coragem,mas vamos lá,
    não posso desistir...
    a fé não se abala minha querida...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Oi Van :)
    Bom dia!
    A saudade sempre vai existir,mas será amenizada com o tempo.
    Acreditar e (trilhar) um novo caminho,é o mais sensato...sempre!
    Lindo poema.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Doce Van,


    O que a gente precisa, é se permitir,


    Bjkas

    ResponderExcluir
  16. A saudade é algo que nos corroí por dentro =/ Mas foi embora uma estrelinha e outra está quase a chegar neste mundo para te trazer toda a alegria do Mundo :D

    Beijo*

    ResponderExcluir
  17. Fiquei emocionada com essa postagem. Eu entendo essa saudade. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  18. que bom que encontrou um novo
    caminho, um caminho que poderás trilhar
    lindo dia
    feliz dia internacional da mulher
    bjs

    ResponderExcluir

"Existe gente que precisa
da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.
Ele titubeia, tem dúvidas e medos,
mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
Nada de drama."
(Arnaldo Jabor)