sábado, 5 de janeiro de 2013

Sempre... um par ****


E continua...
Continua girando sem parar...
Sem dar tempo pra pensar, sem dar tempo pra respirar...
Passa, voa, pousa, repousa... mas não pára!
Muda, transforma, cria, recria... mas não pára.
E ela, que pensou um dia que aquilo tudo seria eterno,
 se vê hoje presa em duas eternidades.
E como é que pode eternidade ter par?
Sabe lá se pode...
Sabe só que foi.
E mesmo não querendo, ainda é.
E será pra sempre... um par.
(Débora Gomes)


Uma linda sexta feira
beijos ****


11 comentários:

  1. Oiii :D
    Adorei o seu blog te adicionei me adiciona também http://saosopalavrasss.blogspot.com.br !!!
    Abração e bom final de semana

    ResponderExcluir
  2. gostei do poema * esta perfeito !

    PS: http://youleave-me-breathless.blogspot.pt/ este é o meu novo blog, segue e dá opinião, sigo de volta *

    ResponderExcluir
  3. lindo Van
    bejoka p ti :))

    ResponderExcluir
  4. Oi,Van!Que lindo e a vida é assim, um eterno ir vir,começar recomeçar.
    Uma ótima semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  5. Belo poema que, por si só, também é eterno! Se puder, me visite e seja uma membra, para ajudar na divulgação do meu humilde e novo espaço. Abraços, Lucian (http://www.poemasintrovestidos.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
  6. Altamente romântico! Lindo poema!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Belíssimo poema amore, suave!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Preciso entrar mais aqui! Com a privatização do blog, não recebo mais atualizações de outros blogs...fico isolada do mundo, rs...
    Como sempre, tudo fofo nesse espaço gostoso!!
    Beijão, Van!

    ResponderExcluir
  9. Tudo possui seu par.
    Ao menos é o que penso, bem e mal, homem e mulher, vida e morte....

    Um bom sábado.

    ResponderExcluir
  10. Mesmo estando quase na metade de janeiro, vim te desejar um feliz ano novo... Afinal o ano ainda está começando e com ele novos planos e sonhos! Que tudo se realize! E que seu blog seja cheio de coisas lindas a compartilhar.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir

"Existe gente que precisa
da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.
Ele titubeia, tem dúvidas e medos,
mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
Nada de drama."
(Arnaldo Jabor)