domingo, 2 de outubro de 2011

Domingo é dia de paz !!!!


Quando meu dia
fica muito apertado
tiro o sapato
descalço meus pensamentos
correm mais
livremente.
(Renata Fagundes.)

Dia de liberdade
 ... 
é isso que domingo é.
Dia de descanso, de almoço em família,
de ir a igreja
(independente da religião).
Domingo é o dia ... de ficar a toa no sofá.
de ler um livro sem hora, e de ver televisão.
(e viva a Tv a cabo ... aff ninguém merece Faustão).
Domingo é o dia de ficar bem com a gente mesmo,
de acordar tarde, de almoçar tarde.
De andar descalço, de tomar sorvete
(sem culpa rsrs).
De não caber dentro da gente de tanta felicidade.
De ficar a nossa mercê, esquecer das horas.
Domingo é  dia de paz.

Será que hoje a chuvinha dá o ar da graça ??
kkk.
Um domingo de paz e sossego para todos 
...
como todo domingo deve ser!!!


9 comentários:

  1. Coisa boa essa: tirar o sapato e sentir a terra, a areia, o rio e o mar,


    Bjkas

    ResponderExcluir
  2. Amiga, um lindo domingo p vc também!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. o meu domingo começou logo com uma caminhada pela manhã, o que faz sempre bem à alma!!

    ResponderExcluir
  4. tenha um ótimo domingo para você ;$
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. que doçura, domingo é dia de paz
    beijo

    ResponderExcluir
  6. Bom domingo pra vc tb...pelo menos o restinho dele né já que toh postando só agora no finalzinho do dia. rssss

    Bjoss flor
    http://ciliosposticos.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Os domingos costumam ser melancólicos pra mim, embora os mais recentes tenham sido diferentes...Ainda bem!

    Beijocas, ótima semana!

    ResponderExcluir
  8. É isso mesmo!!!
    domingo é um dia sagrado para todos nós!!!
    Espero que o seu tenha sido delicioso, Van!!!

    *Vamos ver se essa semana sai um encontrinho nosso com a Jú!!!!=))) obaaa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. paz todo mundo quer
    todos os dias da semana hahaha
    abraço

    ResponderExcluir

"Existe gente que precisa
da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.
Ele titubeia, tem dúvidas e medos,
mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta.
Nada de drama."
(Arnaldo Jabor)